O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.

EUA: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio nos EUA decorrentes da COVID-19.

PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS PARA AS EMPRESAS

  • As áreas económicas mais afetadas foram: companhias aéreas, hotelaria, restauração, setor do lazer e entretenimento, turismo e pequenas empresas de retalho.
  • O “travel ban” para circulação livre de pessoas dos EUA à Europa mantém-se em vigor, e a Europa alterou as regras do “travel ban” que tem aplicado aos EUA. Só cidadãos americanos ou residentes portadores do “cartão verde” podem viajar para os EUA provenientes do espaço Schengen, Reino Unido, Brasil, África do Sul e Índia.
  • No dia 18 de março 2021 a maioria dos Estados nos EUA levantou as restrições que tinham em vigor os voos domésticos. Atualmente apenas 8 Estados (ex.: Hawaii) têm constrangimentos aplicados aos voos domésticos.
  • Apesar de terem sido emitidas linhas de orientação Federais, cada Estado adota a sua estratégia quanto ao processo de reabertura da economia.
  • Segundo o jornal New York Times (25.05.2021), 38 Estados já se encontram com a economia totalmente aberta e sem quaisquer restrições. 8 Estados têm planeada a reabertura total sem qualquer restrição para Junho ou Julho de 2021 e apenas 2 Estados não têm definidas datas para reabertura total, porque definiram apenas critérios. Os Estados de Nova Iorque e Puerto Rico, apesar de já estarem com a economia 100% aberta, ainda operam com restrições e não tem data definida nem critérios para eliminação das restrições (ex: capacidade limitada nos restaurantes).
  • Eventos desportivos continuam a decorrer com regras sanitárias e com limitações na capacidade.

 

APOIO ÀS EMPRESAS NO MERCADO

Até à data o governo americano já implementou 5 programas de apoio e estímulo à economia americana: Fase 1, HR 6074 - Coronavirus Preparedness and Response Supplemental Appropriations Act - Promulgada no dia 6 de março: total ajuda económica USD 11,3 mil milhões; Fase 2, HR 6201 – Families First Coronavirus Response Act –Promulgada no dia 18 de março e contempla USD 192 mil milhões; Fase 3, HR 758 – Cares Act – Assinada a 27 de março no valor de USD 2,2 biliões de dólares ($2.2 trillion), representa um pacote de ajuda económico ainda mais forte do que aplicado na crise de 2008; Fase 3.5, HR 266 - Paycheck Protection Program and Health Care Enhancement Act – Assinada a 24 de Abril serve como financiamento provisório para partes do CARE ACT. Adicionou cerca de USD 483 mil milhões de financiamento ao Cares Act; Fase 4.0, HR 133 - Coronavirus Response and Relief Supplemental Appropriations Act of 2021 – Assinada a 27 de dezembro 2020 pelo presidente dos EUA, e com forte apoio bipartidário, esta 4ª fase do pacote de ajuda totaliza o montante de USD 900 mil milhões; Fase 5.0, HR 1319 – American Rescue Plan Act 2021 – Assinada a 11 de março 2021 pelo presidente dos EUA, totaliza USD 1,9 biliões (1,9 trillion) de ajuda financeira.

 

CONSELHOS ÚTEIS ÀS EMPRESAS

  • Mantém-se a procura elevada por EPI e produtos e serviços inovadores que ajudem a mitigar as consequências da pandemia, bem por todos os serviços relacionados com a digitalização da economia e mobilidade virtual.
  • Produtos e Serviços para animais de estimação. Durante da pandemia os centros de adoção tiveram um aumento da taxa anual de adoções de 700%; produtos relacionados estão a atingir novos máximos de procura.
  • Aceleração da tendência do crescimento das preferências do consumidor americano para produtos promotores de práticas sustentáveis e responsabilidade.
  • E-commerce, E-commerce, E-commerce. Os constrangimentos provocados pelo COVID-19 na circulação de pessoas vieram a provocar um crescimento exponencial no e-commerce. Daí que as muitas oportunidades se concentrem na vertente digital. O e-commerce já representa mais de 25% de todas as transações comerciais.
  • Serviços de consultoria médica facultados remotamente, bem como de médicos e enfermeiros on-demand, ou produtos inovadores na área da saúde, representam boas oportunidades de negócio no mercado EUA.
  • Produtos tecnológicos que apoiem o setor da educação (exemplo: App’s educacionais).
  • Mantenha-se atualizado com a legislação estatal e federal aplicável ao ramo da sua empresa, uma vez que durante a pandemia a alteração às regras e leis em vigor tem sido uma constante.

 

SITES RELEVANTES

Government Response to Coronavirus, COVID-19: website do governo Americano que agrega um diretório com todas as medidas de resposta e combate ao COVID-19 tomadas pelos EUA nas diversas áreas de atuação (educação, saúde, transportes, impostos, etc.):

The Treasury Department is Delivering COVID-19 Relief for All Americans: website do departamento do tesouro dos EUA com informação sobre os pacotes de ajuda financeira do CARES Act e do Coronavirus Response and Relief Supplemental Appropriations Act (os pacotes de ajuda mais importantes e significativos)

Finance Your Business: website do Governo Americano onde pode encontrar todos os apoios económicos e financeiros a pequenas e médias empresas que tenham sido afetadas pela pandemia

Reopening plans and Mask Mandates for All 50 States (NY Times): fonte de informação que rastreia diariamente os planos de reabertura e restrições aplicáveis, bem como a obrigatoriedade do uso de máscaras, para cada um dos Estados nos EUA

United Airlines Interactive Map for US domestic travel restrictions: Mapa interativo atualizado diariamente com as restrições ainda em vigor para voos domésticos em cada um dos Estados.

Nota: Tendo em conta o rápido desenvolvimento da pandemia COVID-19 e dos seus impactos na economia dos diversos países, a informação constante nesta página poderá não corresponder à totalidade da informação do mercado disponível e poderá ficar temporariamente desatualizada.

Última atualização: 28 de maio de 2021.

As empresas clientes da AICEP poderão contactar os respetivos Gestores de Cliente que lhes poderão fornecer informação adicional ou mais detalhada.