O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.

COREIA DO SUL: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio na Coreia do Sul decorrentes da COVID-19.

PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS PARA AS EMPRESAS

Na generalidade, as ações promocionais presenciais (missões, feiras e visitas de prospeção) não se têm realizado, quer pela rápida oscilação do número de infetados, salientando-se que a subida repentina do número de infetados, nas últimas semanas, e a crescente identificação de pacientes infetados com variantes externas da COVID-19 (a mais recente, proveniente da India) são consideradas, localmente, como prenúncio de uma quarta-vaga. As autoridades mantiveram, assim, o nível 2 de distanciamento social, estando a maior parte dos eventos a ser re-calendarizados para segundo semestre ou com carácter exclusivo online, e o posicionamento dos atores económicos de relevo são de prudência (como Bank of Korea). Por outro lado, a ausência de um regime de fast track para empresários entre a Coreia e a UE (o que implica um regime de quarentena, custeado pelo passageiro, neste caso o empresário) impossibilita a prática de uma deslocação.

Todavia, a economia mantém-se em funcionamento, apesar das sucessivas vagas de infeção, e não existe reporte de empresas sobre dificuldades adicionais à entrada de produtos no mercado (ex. exigência de certificações suplementares decorrentes de nova legislação ou relacionadas com a interrupção de transporte local e internacional).

Sectores mais afetados: aviação, automóvel, construção naval, petroquímicos, turismo e HORECA.

 

APOIO ÀS EMPRESAS NO MERCADO

Este plano, que deverá terminar em novembro, é considerado como essencial para a recuperação económica em 2021, embora o seu cumprimento esteja em causa pela suspensão da aplicação da vacina da Astrazeneca, assim como pelos atrasos verificados no fornecimento externo e no desenvolvimento das vacinas locais, sendo que estas últimas deverão chegar ao mercado somente no próximo ano (fonte: Korean Joongang Daily). À data, 1,3 % da população (680.560 mil pessoas) já foi vacinada (22-03; fonte: Yonhap À data, 3,5 % da população (1,639,490 pessoas) já foi vacinada (20-04; fonte: Korea Herald).

No passado dia 25 de março, o Parlamento aprovou o primeiro orçamento suplementar, no valor de 14,9 triliões de won, que será canalizado para os seguintes fins: a) concessão de subsídios de apoio a pequenas empresas, a produtores agrícolas e pescadores e a empresas de turismo e lazer; b) programas de retenção e criação de empregos; c) medidas de controlo de doenças (fonte: Ministério da Economia e Finanças; 25-03).

 

CONSELHOS ÚTEIS ÀS EMPRESAS

Apesar das atuais restrições impostas à entrada de estrangeiros, que são impeditivas à realização de prospeção in loco, este período poderá representar uma oportunidade para estudar o mercado (com apoio da AICEP e de outros organismos, como associações sectoriais) e planear a sua execução (ex. missões/programas de reuniões virtuais) no decurso de 2021.

Dada a eficácia das medidas tomadas pelo governo coreano na contenção da pandemia e dos respetivos pacotes de estímulo financeiro, assim como da manutenção da economia em funcionamento tanto pelo Estado como pelo sector privado, a Coreia poderá representar um novo mercado (e mais seguro) de aposta para as empresas portuguesas

 

SITES RELEVANTES

Embaixada de Portugal em Seul
Página oficial da representação diplomática de Portugal na Coreia, através da qual o empresário poderá acompanhar a atividade da Embaixada e obter conhecimento atualizado das medidas políticas com impacto relevante na comunidade portuguesa local.

Governo Coreano
Página oficial do Ministério da Saúde, através da qual o empresário poderá acompanhar a evolução do COVID-19 no país (possui versão inglesa)

Ministério de Comércio, Indústria e Energia da Coreia
Página oficial do Ministério do Comércio, Indústria e Energia, que tem sob a sua tutela a pasta do comércio internacional. Possui versão inglesa.

Agência Yonhap News

Página oficial da agência de notícias de referência na Coreia (com perfil semelhante à agência Lusa), é um canal de comunicação genérico, o qual recomendamos para acompanhamento transversal do país por parte do empresário. Tem versão em inglês.

Nota: Tendo em conta o rápido desenvolvimento da pandemia COVID-19 e dos seus impactos na economia dos diversos países, a informação constante nesta página poderá não corresponder à totalidade da informação do mercado disponível e poderá ficar temporariamente desatualizada.

Última atualização: 26 de abril de 2021.

As empresas clientes da AICEP poderão contactar os respetivos Gestores de Cliente que lhes poderão fornecer informação adicional ou mais detalhada.