O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.

CANADÁ: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio no Canadá decorrentes da COVID-19.

PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS PARA AS EMPRESAS

O Canadá está a atravessar uma terceira vaga da pandemia, com os números da COVID-19 a aumentarem bastante nas últimas semanas, devido a novas variantes do vírus. Várias províncias tiveram de retroceder na reabertura e voltar a impor medidas restritivas bastante apertadas. No Ontario, o estado de emergência foi prolongado até 20 de maio; está em vigor uma ordem de recolhimento obrigatório, todo o comércio, restauração e escolas estão fechados. Estão em vigor medidas de controle e restrição do tráfego com as províncias do Quebec e Manitoba. Foram igualmente reintroduzidas restrições à atividade económica e à movimentação das pessoas nas províncias do Quebec, Alberta, British Columbia, bem como em várias das províncias mais pequenas. O processo de vacinação continua a evoluir, embora com dificuldades logísticas de vária ordem. Nesta data 25,8% da população recebeu pelo menos uma dose da vacina (cerca de 10 milhões de pessoas); menos de 1 milhão têm duas inoculações. Mantêm-se fortes restrições à entrada de estrangeiros no país, acrescidas de normas, com vista a condicionar também as deslocações de canadianos: obrigatoriedade de quarentena de 14 dias para todas as pessoas que entrem no país; todos os que viajem por avião têm ainda de obter um teste COVID-19 (PCR) negativo, realizado até 72 horas antes do embarque; todos os passageiros (nacionais ou não) têm de fazer um segundo teste COVID-19 à chegada e ficar 3 dias num hotel indicado pelas autoridades (custo aproximado $2,000, suportado pelo passageiro; caso o teste acuse positivo, terá de completar os 14 dias de quarentena nesse mesmo hotel a custas próprias). Prolongamento do encerramento da fronteira com os EUA a todo o tráfego não essencial até 21 maio. 

APOIO ÀS EMPRESAS NO MERCADO

- Canada Emergency Wage Subsidy: subsídio de salários até 75%, para apoio à manutenção de empregos e recontratação de trabalhadores; até setembro 2021 - Work-Sharing Program: extensão até 76 semanas, complemento salarial a trabalhadores elegíveis para Employment Insurance, que aceitem reduzir o horário normal de trabalho; - Canada Emergency Business Account: empréstimos sem juros, parcialmente a fundo perdido, até um máximo de $60.000, para pequenas empresas e entidades sem fins lucrativos com quebras de receitas devido à pandemia e que tenham de suportar custos recorrentes não diferíveis; até junho 2021 -Canada Emergency Rent Subsidy: apoio direto a empresas e entidades sem fins lucrativos, com rendas comerciais e despesas associadas, até um máximo de 65% dos custos elegíveis; até setembro 2021 - Várias medidas de garantias bancárias para suporte a programas de empréstimos e apoios à liquidez das empresas; até Junho 2021 - Large Employer Emergency Financing Facility: bridge financing a grandes empresas para apoiar operações durante a pandemia e fase de recuperação económica (empréstimos acima de $60 milhões). - Programas de apoios setoriais específicos: Agro-indústria; Aquacultura e Pescas; Cultura, Património e Desporto; Sector Energético; Infraestruturas; Setor da Aviação.

CONSELHOS ÚTEIS ÀS EMPRESAS

Continuar a manter o contacto com o mercado e a procurar oportunidades junto de parceiros canadianos. Abordagens seletivas a possíveis parceiros ou clientes, enviando apresentações e catálogos, fazendo de seguida um follow-up direto e personalizado, aproveitando as potencialidades das redes sociais e das tecnologias digitais. Vale a pena ter em atenção eventos virtuais que aconteçam no mercado, que podem oferecer oportunidades para contacto com empresas canadianas. Neste quadro embora se mantenham incertezas quanto à evolução de curto prazo, e muito dependerá do sucesso e rapidez do processo de vacinação, há expetativas de alguma retoma da atividade económica no segundo semestre. A possível reabertura do setor retalhista, e uma maior dinâmica industrial, poderá traduzir-se numa recuperação das importações, ao nível de setores como o vestuário, calçado, produtos e equipamentos industriais e outros. A pandemia veio dar grande impulso ao desenvolvimento do e-commerce e tudo o que sejam tecnologias e soluções associadas ao trabalho, ensino e prestação de serviços públicos e privados de forma remota. A transformação digital é uma prioridade. O setor da saúde é outra área de grande oportunidade, nomeadamente nos segmentos da biotecnologia, desenvolvimento de vacinas e terapias associados ao COVID-19. O governo canadiano está empenhado numa green recovery, agora ainda mais suportada pela conciliação de posições com a nova Administração dos EUA; as energias renováveis, a economia circular, as tecnologias do ambiente e a mobilidade elétrica podem constituir boas oportunidades.

SITES RELEVANTES

Nota: Tendo em conta o rápido desenvolvimento da pandemia COVID-19 e dos seus impactos na economia dos diversos países, a informação constante nesta página poderá não corresponder à totalidade da informação do mercado disponível e poderá ficar temporariamente desatualizada.

Última atualização: 26 de abril de 2021.

As empresas clientes da AICEP poderão contactar os respetivos Gestores de Cliente que lhes poderão fornecer informação adicional ou mais detalhada.