Índia: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio na Índia decorrentes da COVID-19.

MEDIDAS GOVERNAMENTAIS DE RELANÇAMENTO ECONÓMICO E APOIO ÀS EMPRESAS

A Índia impôs um dos bloqueios mais rígidos em todo o mundo e a procura interna caiu drasticamente. Apoio fiscal limitado, fragilidades no sistema financeiro e um aumento contínuo de casos de vírus impedem uma rápida normalização da atividade, não se esperando que o PIB volte aos níveis anteriores ao vírus até ao primeiro trimestre de 2022.

Entre abril e junho de 2020, o país viu todos os componentes da procura, exceto o consumo do governo, caírem fortemente. O consumo privado perdeu mais de 27 % em relação ao trimestre anterior, e o investimento caiu 43 por cento no trimestre.

Entretanto, o Governo indiano mantém-se firme e decidido na intenção de reduzir as importações. Já terão sido dadas indicações a vários Ministérios, no sentido de substituir produtos importados por produtos de origem indiana.

Assumindo o Governo indiano, de forma clara, a oportunidade que constitui esta crise para reformas estruturais foram propostos vários programas para estimular a economia.

Em maio de 2020, o governo, anunciou um pacote de estímulo consolidado de 231.6MM€ essencialmente para 4 fins:

1- Apoio às PMEs: O pacote de estímulo foi baseado em “Aatma Nirbhar Bharat”, onde Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) receberam um enorme pacote financeiro em termos de dívida sem garantia, garantia para dívida subordinada por meio de fundos de fundos e esquema de bonificação de juros. Além disso, a definição de MPME foi alterada para remover entraves ao seu investimento e expansão.

Os outros componentes do pacote incluíram três portarias de referência relacionadas com:

2- Lei de Produtos Básicos (alimentos para os mais necessitados).
3- “empowerment” e Proteção dos Agricultores e Promoção
4- A promoção do investimento na criação de infraestruturas para armazenamento de produtos agrícolas. Para incentivar as pessoas a investir na criação de infraestrutura e armazenamento de produtos agrícolas, permitir o comércio livre de barreiras na agricultura, e capacitar os agricultores relacionarem-se com várias partes interessadas.

O governo também introduziu Pradhan Mantri Garib Kalyan Rojgar Abhiyaan, um esquema de infraestrutura rural e geração de empregos para o benefício dos migrantes retornados, o que pode vir a ter um efeito positivo na qualidade da produção agrícola na Índia como teve no nosso País como resultado da crise de 2008

Esses sinais começaram a criar um ambiente político favorável para impulsionar a economia no início do caminho de recuperação e crescimento económico. Os indicadores sugerem que a atividade económica começou a normalizar para os níveis pré-covid durante os últimos meses do 3º trimestre do exercício.

Os pagamentos na interface unificada de pagamentos (UPI) atingiram um recorde histórico de 1340 MM de transações com um valor de quase 31MM€.

A área semeada em julho de 2020 foi superior em 20% ao registado no ano anterior acredita-se que devido a um dos programas lançados pelo Governo indiano.

A arrecadação de imposto sobre bens e serviços (GST/IVA) subiu 4% em relação ao ano anterior. Além disso, o frete da Indian Railway cresceu 15,33% em relação ao ano anterior; 29 milhões procuraram trabalho na agricultura, tendo a procura de energia subido para 4,8%. A venda de bens duradouros também aumentou significativamente com os concessionários automóveis a venderem, em setembro, 13% mais veículos, em comparação com o período homólogo do ano anterior. A Maruti Suzuki Índia registou um recorde de vendas mensais de dois anos no mês de setembro.

Na 2ª semana de novembro o Governo Indiano anunciou dois novos estímulos à economia.

O primeiro, no valor de 16.5MM € é direcionado a 10 setores industriais:

  1. Baterias (1,8 MM€)
  2. Indústria eletrónica/tecnológica (500M €)
  3. Indústria têxtil (1MM €)
  4. Indústria automóvel e componentes (5,7MM €)
  5. Produtos alimentares (1MM €)
  6. Indústria farmacêutica (1,5 MM€)
  7. Indústria elétrica para construção (620M €)
  8. Indústria de telecomunicações e networks (1,2MM €)
  9. Painéis solares altamente eficientes (450M €)
  10. Aço especializado (630M €)

O segundo, já aguardado há muito tempo e com um valor de aproximadamente 14MM € é para ser aplicado, em grande parte, na criação de emprego.

https://www.businesstoday.in/current/economy-politics/centre-mulls-introducing-2nd-stimulus-package-only-after-covid-19-fears-subside-finmin/story/414098.html

O lançamento do programa Self Reliant India, pretende não só tornar a India auto suficiente, mas também desviar parte da produção mundial da China para a Índia.

 

QUAIS OS PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS NO MERCADO

Embora continue a haver vários constrangimentos, a economia mostra francos sinais de recuperação. O índice de mobilidade Google que mapeia os movimentos das pessoas por meio de imagens de satélite por geografia indica que em outubro, o movimento de pessoas na Índia aumentou em torno de mercearias, farmácias e locais residenciais acima dos níveis pré-COVID, tendo permanecido baixos nos locais de trabalho, áreas de recreação e em torno de lojas de retalho normal. Estes sinais são corroborados pelo índice de mobilidade da Apple. O movimento de bens na Índia também aumentou em outubro.

Os indicadores da procura agregada mostram indícios de uma recuperação durante a festa do Diwali. O consumo energético aumentou seja em termos de energia elétrica seja de combustíveis fósseis. As vendas de bens duradouros dispararam em bens como telemóveis, eletrónica de consumo e automóveis. O comércio eletrónico registou um aumento na ordem dos 50%, o que espelha a retoma do consumo das famílias. As receitas do IVA em outubro aumentaram mais de 10% relativamente ao mês homólogo de 2019.

A procura agregada também melhorou na agricultura e na indústria enquanto que os serviços, intensos em contacto humano, ainda não recuperaram, revelando uma retoma a várias velocidades.

 

NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DECORRENTES DO PÓS-COVID E CONSELHOS UTEIS ÀS EMPRESAS

A Índia é um mercado vibrante que absorve tudo o que é novo e o que é moda. É uma economia em que importa estar presente e consolidar essa presença no tempo, identificando os parceiros certos e construindo uma relação profissional solida.

Todas as ameaças trazem consigo oportunidades. É uma boa fase para as campanhas de marketing digital na Índia. Há muitos profissionais que pretendem valorizar-se nesta altura pelo que campanhas de formação online podem ser muito úteis. (formação na área dos vinhos, azeite, queijos, etc.), não só pelo efeito direto na notoriedade mas também no relacionamento dos agentes económicos com as marcas que marcarem presença nesta altura.

O Investimento em unidades produtivas na Índia poderá ser uma oportunidade no âmbito da decisão do Governo Indiano de tornar a India auto-sustentável.

Medidas Políticas que podem trazer oportunidades:

a) Introdução de faturação eletrónica: Imposto sobre bens e serviços: o governo implementou a faturação eletrónica a partir de outubro de 2020. O sistema de fatura eletrônica GST foi implementado a partir de outubro de 2020 para os contribuintes com faturação superior a 5,6X107€.

b) Índia AutoSuficiente (Aatma Nirbhar Bharat Abhiyan) - A pandemia COVID-19 representou uma grave ameaça para a economia do país e a Índia apercebeu-se de que não fabricava quase nada de princípio ao fim e que dependia de outras economias para enfrentar o dia-a-dia dos cidadãos, colocando em risco a própria soberania. O sentir e o identificar do problema caiu como uma cereja em cima do bolo, nos planos do Governo para dificultar ainda mais as importações de produtos. Este projeto da Índia autossuficiente não só serve como desculpa para as barreiras às importações mas também para forçar a importação de saber, tecnologia, métodos de produção e fabricação em todas as áreas da economia. O Governo aposta forte neste Programa Índia Autossuficiente com um pacote económico equivalente a 10% do PIB da Índia, tendo sido anunciado que servirá para trazer a economia de volta ao caminho do crescimento e afirmação internacional. Além da atribuição de um fortíssimo apoio financeiro, o Governo anunciou ainda reformas estruturais em vários setores para facilitar o cumprir do objetivo de uma Índia autossuficiente apoiando as MPMEs, os agricultores e trabalhadores migrantes, setores agrícolas e afins. Visa, também, reformas políticas para acelerar o investimento, as reformas de políticas no setor de carvão, no sector dos minérios, de defesa, facilitação da participação do sector privado em atividades aeroespaciais, construção de aeroportos de classe mundial com recurso a PPPs, melhoria do ranking como destino de investimento, com elevada facilidade de fazer negócios, reformas na área da saúde, iniciativas para aumentar o investimento em saúde pública e preparação do país para futuras pandemias, educação voltada para a tecnologia com equidade pós COVID, Política Empresarial do Setor Público para uma Índia Autossuficiente etc.

c) Programa para Promoção da Fabricação de Componentes Eletrônicos e Semicondutores (SPECS)- Lançado a 1º de abril de 2020 tem como objetivo compensar a deficiência na fabricação nacional de componentes eletrónicos e semicondutores com o fim de fortalecer o ecossistema de fabricação de componentes eletrónicos no país.

d) Programa para Clusters de Fabricação de componentes Eletrónicos Modificados (EMC 2.0) Para compensar as deficiências enfrentadas pelas indústrias em termos de infraestrutura de qualidade e para desenvolver um ecossistema robusto de fabricação de componentes eletrónicos no país tornando a Índia num Centro de Produção de componentes eletrónicos. O Programa de Clusters de Fabricação de Componentes Eletrónicos Modificados (EMC 2.0) foi lançado no dia 1 de abril de 2020

e) Programa de Incentivos vinculados à produção (PLI) para Produção de componentes eletrónicos em grande escala – Lançado a 1 de abril de 2020, este programa oferece incentivos vinculados à produção para impulsionar a fabricação nacional e atrair grandes investimentos na fabricação de telemóveis e componentes eletrónicos específicos, incluindo unidades de montagem, teste, marcação e embalagem (ATMP). Pretende-se, com este programa, impulsionar fortemente o cenário de fabricação de produtos eletrónicos e posicionar a Índia como “player” relevante a nível internacional nesta.

f) Programa de apoio à Fabricação de Produtos Farmacêuticos A indústria farmacêutica indiana é a terceira maior do mundo em volume. É, no entanto, altamente dependente de importações de matérias-primas básicas para produzir medicamentos. Estes Programas foram elaborados para incentivar a produção, em grande escala, de medicamentos a granel essenciais e também para construir a infraestrutura necessária para o desenvolvimento de clusters de fabricação em toda a Índia, alinhando-se assim com o Projeto “Índia Auto-Suficiente”.

g) Programas para a Promoção da Fabricação de Dispositivos Médicos - O governo indiano identificou os dispositivos médicos como um setor prioritário para o programa 'Make in India' e está empenhado em fortalecer este ecossistema. A Índia é o quarto maior mercado de dispositivos médicos da Ásia. Iniciativas recentes, por exemplo, o Programa de Incentivos Vinculados à Produção (PLI) e o Programa de Parques de Promoção de Dispositivos Médicos, são testemunho disso.

 

SOBRE A COVID

A desinformação relativamente aos números da Covid instalou-se em todo o mundo e a Índia não é exceção, pelo que é difícil ser exato no que a estes números se refere. Sem dúvida que a estrutura demográfica da Índia ( cerca de 95% da população com menos de 65 anos) permite taxas de recuperação elevadas relativamente a outros países.

As dúvidas relativamente aos números reais da COVID-19 mantêm-se, com vozes responsáveis a afirmar teses opostas, já há casos da nova estirpe na Índia, e o crescimento da confiança da população de que a pandemia estará controlada pode complicar a atual situação. Resta a esperança no efeito positivo da vacinação a começar em janeiro

Uma nova normalidade com um ambiente virtual de negócios vai-se instalando e é frequente solicitar reuniões que se transformam em reuniões virtuais, ou seja, se a população em geral está a perder o medo, as classes mais informadas mantêm-se resilientemente insistentes no distanciamento físico.

 

SITES RELEVANTES A CONSULTAR

https://government.economictimes.indiatimes.com/news/economy/opinion-impact-of-covid-19-on-the-indian-economy/75021731

https://thewire.in/economy/covid-19-india-economic-recovery

https://www.statista.com/topics/6304/covid-19-economic-impact-on-india/

https://www.ft.com/content/ff73c3ce-ec69-4245-9340-7ba9d9767fd1

https://www.newindianexpress.com/cities/delhi/2020/oct/02/over-25-per-cent-delhiiteshave-developed-covid-19-antibodies-2204606.html

https://www.npr.org/sections/goatsandsoda/2020/10/01/919237103/kids-and-superspreaders-are-driving-covid-19-cases-in-india-huge-study-finds?t=1601642242540

https://timesofindia.indiatimes.com/city/delhi/herd-immunity-onlythrough-vaccination/articleshow/78437046.cms

https://www.financialexpress.com/lifestyle/health/coronavirus-in-india-with-festive-season-elections-around-the-corner-centre-states-spell-out-roadmap-to-check-covid-19/2094656/

https://indianexpress.com/article/explained/october-5-india-coronavirus-numbers-explained-delhi-covid-19-cases-6703496/

https://www.thehindu.com/opinion/op-ed/the-covid-19-fiscal-response-and-indias-standing/article32154153.ece (22-07-20)

https://www.bbc.com/news/world-asia-india-53440913 (17-07-20)

https://www.hindustantimes.com/india-news/india-s-painful-economic-recovery-a-million-cases-a-trillion-rupees/story-WbVIi0Wx7liBNeitFxaRoN.html (18-07-20)

https://www.aa.com.tr/en/asia-pacific/covid-19-shot-indian-firm-to-seek-human-trial-approval/1917253 (21-07-20)

https://indianexpress.com/article/cities/mumbai/malaria-dengue-cases-on-the-rise-in-city-patients-also-being-tested-for-coronavirus-6504461/ (14-07-20)

State Bank of India disburses Rs 8,700 crore to MSMEs under emergency credit guarantee scheme
https://economictimes.indiatimes.com/small-biz/sme-sector/sbi-disburses-rs-8700-crore-to-msmes-under-emergency-credit-guarantee-scheme/articleshow/76403526.cms

https://www.ft.com/content/b1456178-a994-11ea-a766-7c300513fe47

https://www.bbc.com/news/world-asia-india-53304160

https://economictimes.indiatimes.com/coronavirus

Coronavirus lockdown and drug "hijack" raise India malaria fears
https://www.ft.com/content/d887da42-7fbc-11ea-b0fb-13524ae1056b

India is ill-equipped to pve with the virus
https://www.ft.com/content/b1456178-a994-11ea-a766-7c300513fe47

https://blog.mygov.in/atmanirbhar-krishi-aatmanirbhar-bharat/

https://www.businesstoday.in/current/economy-politics/centre-mulls-introducing-2nd-stimulus-package-only-after-covid-19-fears-subside-finmin/story/414098.html

https://indianexpress.com/article/business/economy/rbi-indian-economy-covid-19-coronavirus-lockdown-6570003/

Texto template inserido por JS

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.